Archive | junho 2015

JULHO É MÊS DE ANIMA MUNDI!!! EBA!!!

Gosto muito de animação, cheguei a fazer algumas para o JimiJames, grupo do amigo Vital Cavalcante, vocalista do Jason e do Helga. Tosco, mas de coração.

Quando criei o Uisqueletos Extravaganza,  já tinha percebido que ninguém tocava canções de velhos desenhos animados. Um dos meus desenhos favoritos era Betty Boop, animação, hoje banida pela temática envolvendo sensualidade e, não raro drogas, que passava na TV educativa, nos anos setenta. Minha avó ganhou no bicho e me deu uma TV que eu assistia no meu quarto. Os Estúdios Fleischer( criadores também da animação do Popeye e da primeira animação do Super Homem. Fiquei impressionado com esse desenho em particular, porque a música é impressionante e o desenho é como um pesadelo com fantasmas de condenados á cadeira elétrica e esqueletos bêbados.

Meio que o Uisqueletos existem porque eu tinha a obrigação moral de levar essas maravilhosas canções de desenhos animados  que eu assistia na infância. Outra que entrou no repertório é de um curta da Warner chamado One Frog Evening. O surrealismo e a história trágica do homem que encontra um sapo dançante e vai ao inferno por ganância é espetacular

Cresci, mas desenhos animados ainda fazem parte da minha vida. Nas músicas que a gente toca no Uisqueletos(tem show dia 10 no La Esquina, não percam!), seja assistindo no cinema.

No dia 10, começa mais uma edição do Anima Mundi. Sou fã de carteirinha. De lá saiu mais uma música do nosso repertório:

Existe um grande preconceito contra animações, mas é  em geral o primeiro contato que qualquer criança tem com o cinema. Sou um adulto que assiste desenhos animados. Gosto muito.

Uisqueletos. Tá liberado pra dançar.

batman

Sempre gostei de quase tudo que gira em torno da música negra. Jazz, samba, blues, soul. Gosto porque acho que música é fundalmentamente uma expressão humana.  Muito do repertório do Uísqueletos é baseado nesses gêneros.

Se você ainda não conhece minha banda pode dar uma olhada Aqui.

Lá em casa só se ouvia música quando meu pai estava de bom humor, me deram um radinho e eu ouvia Tango a Média Luz , tinha uma vitrola em casa mas quase nunca se ouvia música sair dali. Mas meu pai tinha um bom disco do Glenn Miller e Minha mãe tinha o do Secos e Molhados e Expresso 2222. Foi um bom começo.

Gosto de basear o repertório em músicas que embora não sejam super hits, são cançoes que rodam por aí no ouvido e no coração das pessoas, mesmo sem ser o big hit superquente do momento. É pra se divertir, levar a namorada, dançar, distrair o cabeção depois de um dia estressante no trabalho. Fica de olho no blog do Uisqueletos e dá aquele joinha na nossa página no Facebook

Aiatolás do Brasil.

Vemos todos os dias a barbárie de vários grupos terroristas pelo mundo: Estado Islâmico Al quaeda, Boko Haram, o Molequinho que fuma na indonésia, por aí vai. Mas o Brasil tem uma mania meio escrota de falar da calça rasgada dos outros sem se ligar na própria bunda suja. Te dou três exemplos: o Caso da menina que saía do local de culto e foi apedrejada,  o ataque a uma casa de culto de outra orientação atacado na Zona Sul e o assassinato do médium na Frei Luis. Ora, os crimes do Boko Haram, do EI e de outros grupos radicais islâmicos, tem motivação religiosa e a constituição é bem clara:

Art. 4º A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais pelos seguintes princípios:

VIII – repúdio ao terrorismo e ao racismo.

Ora se esses ataques são de evangélicos, sabemos quem são os Aiatolás.

Vemos o tempo todo, líderes de algumas religiões incitando violência e retrocesso nos direitos de  ateus, agnósticos, secularistas, umbandistas, candomblecistas, homossexuais. Não satisfeitos com a lavagem cerebral habitual, algumas igrejas começam a utilizar métodos violentos, alguns já tem inclusive grupos paramilitares, o que também é vetado pela constituição federal.

Alemanha 1939. Não. Brasil 2015

Alemanha 1939?
Não. Brasil 2015

Agressões, assassinatos, apedrejamentos, templos de candomblé vandalizados. Isso já deveria estar sendo investigado, mas esse congresso que bloqueia o executivo, também aprovou a isenção de impostos para igrejas. Tempos sombrios e sem esperança.

Trouxinha gigante era na verdade estátua de Tim Maia

Tim Maia

Acabou o mistério da muca gigante que apareceu na Tijuca . Tratava-se na verdade uma estátua do cantor Tim Maia.

%d blogueiros gostam disto: